Vazamento em piscina de azulejo? O quê fazer?

Acha que sua piscina de azulejo está com vazamento e não sabe o que fazer? Neste artigo você verá quais as causas mais comuns deste problema, além de dicas para consertá-lo!

piscina_florianopolis1

Minha piscina de azulejo está com vazamento. E, agora, o que faço? Troco, conserto ou apenas deixo como está e completo com água? Calma. Primeiramente, você precisa estar seguro de que o problema realmente acontece e, para isso, existe uma maneira fácil e sem custo.

Basta medir, num prazo de 24 horas e sem chuvas, a quantidade de mililitros perdidos. Mas, fique atento, pois a baixa de até três centímetros cúbicos (milímetros) diários é normal, em função da evaporação e condições climáticas.

Mas se você tiver um vazamento de mais de 3cm3, o próximo passo será deixar a piscina vazar para ver a que nível chega. Essa é uma maneira de tentar detectar de onde vem o problema. Normalmente, a fonte do vazamento está justamente nos canos de aspiração, retorno, filtros, grades ou luminárias.

Quais as soluções disponíveis?

Se o vazamento parar no nível dos canos, filtros, bomba ou aquecedor (em caso de piscina de hidroginástica), a opção mais adequada é entrar em contato com um profissional especializado para detectar qual a gravidade do problema. Geralmente, basta um simples conserto ou troca de peças para eliminar o problema.

Já quando o nível da água baixa dos canos, a questão pode ser mais séria. Nesse caso o profissional tentará encontrar a origem do vazamento, que pode ser estrutural. E como detectar? Bem, a empresa pode usar equipamentos precisos de detecção, como testes com ar pressurizado, que desloca a água até encontrar o vazamento. Ainda há o teste de ultrassom.

No entanto, em alguns casos, mesmo após inspeção, não se encontra o ponto de vazamento. Isso pode ter uma causa: falha na impermeabilização, também conhecida como vazamento por microporosidade. Ele ocorre através do piso e paredes.

Nesse caso, uma solução seria a aplicação de um produto especial na água da piscina, capaz de vedar os pontos de perda. O produto é composto por minerais cristalizantes e age de maneira capilar, se depositando automaticamente nas fissuras que causam o vazamento. É atóxico e pode ser aplicado por qualquer pessoa. Existem mais de uma marca no mercado. A técnica, conhecida como cristalização, costuma ser eficiente, acabando com o vazamento em mais da metade dos casos.

Mas fique atento, pois o uso desse método requer o acompanhamento do nível de acidez da água, que não pode fugir do valor considerado neutro (pH 7,0). Se isso ocorrer é porque o processo, chamado de cristalização, não funciona.

Caso a cristalização não acabe com o vazamento, existem outras formas de solucionar o seu problema na piscina de concreto:

  • retirar o revestimento e azulejos para aplicação de produtos que vedem a caixa de concreto. Em seguida os azulejos são recolocados;

  • substituir o revestimento em azulejo por um bolsão de vinil ou tanque de fibra.

Agora que você já sabe quais as suas opções, entre em contato com empresas especializadas em vazamentos e consiga uma solução definitiva para o seu problema.

Fonte: Piscinas.com / Tile Doctor